You are viewing archived content
of the Inter-American Foundation website as it appeared on June 1, 2018.

Content in this archive site is NOT UPDATED.
Links and dynamic content may not function, and downloads may not be available.
External links to other Internet sites should not be construed as an endorsement of the views contained therein.
Go to the current iaf.gov website
for up-to-date information about community-led development in Latin America and the Caribbean.

Peru

Print
Press Enter to show all options, press Tab go to next option

Carteira vigente

Donatários ativos: 22
Recursos comprometidos pela IAF: US$ 5.832.776
Montante dos recursos de contrapartida: US$ 5.698.349
Investimento total: US$ 11531.125

Áreas de ênfase: Agricultura, particiapação cívica, expressão cultural, educação, desenvolvimento de empresas, inclusão de pessoas indígenas e mulheres, pesquisa/disseminação

Informações de contato:
Miriam E. Brandao, Representante da IAF
 Monica Radwan, Assistente de Programas
Juan C. Rheineck, Apoio Local

Donatários ativos

O Instituto de Investigación para Desarrollo Rural, Agroindustrial y Medio Ambiente (IDRA PERU) PERU vai desenvolver a capacidade técnica e organizacional e o acesso ao mercado de 225 artesãos em 14 associações, principalmente mulheres e jovens, habilitando-os a aumentar e diversificar a produção. O projeto deve beneficiar indiretamente outros 900 habitantes de oito comunidades localizadas em torno do sítio arqueológico de Sillustani, no distrito de Atuncolla, Puno. 

Urku Estudios Amazónicos (Urku) vai trabalhar para envolver as comunidades da região de San Martín na conservação de suas florestas mediante um programa integrado de gestão de recursos e recuperação da biodiversidade. Em colaboração com a Federación Kichwa Huallaga Dorado (FEKIHD), vai desenvolver o ecoturismo, redes de produtores para comercializar café, plantas medicinais e artesanato, um sistema para monitorar o meio ambiente e educação ambiental. O projeto deve beneficiar 5.600 peruanos diretamente, ajudar a proteger o ecossistema local e gerar receita para os esforços de conservação das comunidades participantes. 

A Asociación Kallpa para la Promoción de la Salud Integral y el Desarrollo (Kallpa) ajudará a consolidar dois Centros de Juventude e Emprego, criar duas Incubadoras de Jovens Empresas e desenvolver duas redes que se concentram em questões de emprego dos jovens e empreendedorismo. As atividades serão realizadas em San Juan de Miraflores, em Lima e em Cusco.

A Taller de Capacitación e Investigación Familiar (TACIF) ajudará 130 indígenas peruanos a melhorar sua nutrição e rendimentos, expandindo a sua produção e comercialização de peixes nativos, cultivados em viveiros, bem como a diversificação destas empresas. As atividades planeadas, que também se esperam que possam reduzir a pesca excessiva na bacia do rio Amazonas, terão lugar em Santa Maria de Ojeal, uma comunidade rural no distrito Punchana do departamento de Loreto.

A Asociación Chico Latino (ACL) trabalhará em 12 comunidades rurais em Choquepata, Cusco, para ajudar as mulheres indígenas a melhorar sua produção e venda de porquinhos-da-índia, desenvolver as habilidades que as comunidades necessitam para gerir seus recursos naturais, preparar residentes e seu governo local para o acesso a fundos através da participação no processo de orçamentação e sensibilização para as questões relacionadas com a violência doméstica, saúde e nutrição. O projeto deve beneficiar 110 peruanos diretamente e outros 850 indiretamente.

A Asociación No Gubernamental Rural Amazonica Andina Choba Choba (Choba-Choba) ajudará as comunidades a recuperar práticas tradicionais relacionadas com o gerenciamento de terrenos, conservação e agricultura, incluindo a diversificação de culturas. O projeto deve beneficiar 3.680 peruanos residentes nos distritos de Pilluana e Tres Unidos, no Vale do Mishikiyacu da Região de San Martin.

O Centro de Estudios Cristianos y Capacitación Popular (CECYCAP) oferecerá treinamento e assistência técnica para 150 mulheres recicladoras, impulsionando o aumento de rendimento, capacidade de liderança e produtividade, bem como 300 jovens e 20 funcionários municipais no sentido de apoiarem os recicladores de forma mais eficaz, inclusive em campanhas de sensibilização em escolas, famílias e empresas. O apoio do CECYCAP ajudará a Asociación de Mujeres Ecosolidarias, uma rede formada por cinco grupos de reciclagem, a comprar equipamento de processamento básico e adquirir as habilidades empresariais necessárias para desenvolver uma empresa de reciclagem viável e acessar os programas governamentais e do setor bancário. O objetivo é a participação de mais 10.000 residências e empresas em programas municipais que geram mais materiais para os recicladores e reduzir o volume de resíduos sólidos para a eliminação.

Minka Trujillo (Minka) vai ajudar 130 agricultores, incluindo os produtores de lacticínios, em Santa Catalina Vale de Trujillo, a aumentarem seus rendimentos, melhorando sua produção de alimentos orgânicos para a venda aos consumidores e restaurantes de luxo através da linha de marketing da Minka, MINKA VERDE. As atividades do projeto beneficiarão mais 1.700 indiretamente.

O Centro para la Investigación en Salud Ambiental (CREEH) fornecerá treinamento a 250 garimpeiros em práticas que reduzam a exposição ao mercúrio e desenvolverá a capacidade de suas comunidades e do governo local em aplicarem medidas de proteção sonora para reduzir o impacto desse contaminante. Os mineiros e suas famílias beneficiarão diretamente de melhores condições de saúde, rendimento e de vida; outros 100.000 peruanos beneficiarão de um ambiente mais seguro na província de Canta, na Região Lima.

A COOPERACCION–Acción Solidaria para el Desarrollo (COOPERACCION) fornecerá treinamento e assistência técnica a 285 artesãos, ceifeiras e representantes da sociedade civil para que eles possam gerenciar a produção de junco e canas de totora, diversificar seus ofícios e aumentar sua produção, aumentar o rendimento familiar e proteger o ecossistema local. O projeto beneficiará indiretamente cerca de 3.000 moradores dos três pântanos das comunidades envolventes do litoral centro-norte do Peru: Albufera de Medio Mundo, Santa Rosa e Paraíso.

A Asociación de Mujeres Emprendedoras de Buenos Aires (ASDEME) aumentará o rendimento de seus membros, reforçando suas habilidades de negócios e marketing, investir em suas microempresas e alcançar uma posição melhor mercado para seus produtos de chocolate. Cerca de 50 pessoas do distrito de Buenos Aires, Piura Region, beneficiarão diretamente e outras 100 beneficiarão indiretamente.

A Asociación de Productores Agropecuarios Red de Flores Quiquijana (ASPROFLOR) ajudará seus membros a aumentar seu rendimento através da diversificação, melhorar sua produção de flores, investir em infraestruturas, reunir sua produção para vender em massa e alcançar novos mercados. Mais de 100 peruanos de quatro comunidades no distrito de Quiquijana, Cusco Region, beneficiarão diretamente e outros 190 indiretamente.

A Asociación Promoción de la Gestión Rural Económica y Social (PROGRESO) ajudará 378 produtores de duas associações da região de Piura a aumentarem seu rendimento, melhorando sua produção de bananas cultivadas organicamente e suas vendas para o mercado externo. O treinamento e a assistência técnica permitirão aos agricultores desenvolver suas associações, qualificarem-se para a certificação de suas bananas como “Fairtrade” e orgânicas, investirem em sistemas de irrigação e instalações de processamento e acessar fundos públicos.

A Cooperativa Agraria APPBOSA-Asociación de Pequeños Productores de Banano Orgánico Samán y Anexos (APPBOSA) ajudará 500 agricultores e 320 funcionários e trabalhadores de campo a partir da província de Sullana de Piura no sentido de aumentarem sua produção e exportação de bananas orgânicas através do desenvolvimento de suas habilidades técnicas e de marketing. Mais 17.200 peruanos serão beneficiados indiretamente.

A Cooperativa de Producción y Servicios Especiales de los Productores de Camélidos Andinos (COOPECAN) elevará os padrões e rendimentos em cerca de 600 pequenos agricultores de alpaca, melhorando seus rebanhos e aumentando a qualidade e quantidade de sua fibra de lã. A COOPECAN também reforçará sua organização através da formação de membros adultos para posições de liderança e preparará os jovens em suas comunidades para uma eventual mudança geracional. As atividades do projeto serão realizadas em Ayacucho e Cusco e beneficiarão indiretamente mais 5.400 pessoas.

A Asociación Negra de Defensa y Promoción de los Derechos Humanos (ASONEDH) e Ashanti Perú Red Peruana de Jóvenes Afrodescendientes (Ashanti Peru) reforçará a capacidade de 60 jovens afro peruanos em participarem plenamente em suas comunidades e em defenderem as políticas públicas inclusivas. Também reforçará a identidade cultural de mais 750 jovens de bairros pobres de Lima e ajudará na formação de redes de ensino destinadas a suportar as metas e objetivos do projeto.

A Ashanti Perú Red Peruana de Jóvenes Afrodescendientes (Ashanti Peru), em parceria com a sociación Negra de Defensa y Promoción de los Derechos Humanos (ASONEDH, irá desenvolverá as competências de 60 jovens afro peruanos em defenderem políticas públicas inclusivas. Também realizará atividades destinadas a fortalecer a identidade cultural de mais 750 jovens de bairros pobres de Lima e criará redes destinadas a apoiar as metas e os objetivos do projeto.

A Sociedad y Discapacidad (SODIS) desenvolverá um programa piloto para testar os serviços de tomada de decisão assistida para os peruanos com deficiências psiquiátricas e intelectuais. Estes serviços devem permitir que esses cidadãos possam viver de forma independente, exercer seus direitos legais e acessar outros serviços. A SODIS fornecerá treinamento e assistência técnica, documentará as investigações e divulgará os resultados. O projeto beneficiará diretamente 150 pessoas e outras 8.000 pessoas indiretamente. 

O ProDiálogo Prevención y Resolución de Conflictos (ProDiálogo) capacitará os membros de quatro organizações de jovens a usar a arte urbana, diálogo e a colaboração para resolver os problemas de violência e segurança em quatro bairros pobres da região metropolitana de Lima. Para este fim, a ProDiálogo fornecerá treinamento e assistência técnica que beneficiará 90 jovens diretamente e outros 8.000 indiretamente.

A Asociación Grupo de Trabajo Redes (AGTR) fortalecerá trabalhadoras domésticas para que negociem melhores contratos e obtenham trabalhos com melhores pagamentos. Isso as ajudará a fortalecer suas habilidades vocacionais e interpessoais, reforçará seu conhecimento sobre seus direitos e deveres trabalhistas, instituirá uma rede de apoio e lhes oferecerá assistência na busca por empregos. E também aumentará sua conscientização sobre os direitos dos trabalhadores domésticos e disseminará informações sobre as melhores práticas de contratação para empregadores e para o público em geral. O subsídio beneficiará 3.600 mulheres diretamente e 44.650 pessoas indiretamente.

A Asociación Peruana Mujer y Familia (APMF) trabalhará com organizações comunitárias locais e estimulará cidadãos e funcionários públicos a encontrar soluções geradas pela comunidade para prevenir a violência baseada em gênero. Procurará também assegurar o acesso das mulheres a proteções básicas, atendimento e remédios contra seus agressores. Conduzirá campanhas, mobilizará a comunidade, desenvolverá alianças estratégicas locais e campanhas de prevenção, trabalhará na defesa jurídica e elaborará um sistema de monitoramento e avaliação para mensurar a efetividade de suas atividades. O subsídio beneficiará 22.315 mulheres diretamente e 20.000 pessoas indiretamente no distrito de San Juan de Lurigancho.

A Cáritas Arquidiocesana del Cusco (Cáritas Cusco) apoiará o desenvolvimento eqüitativo e sustentável na comunidade de Callatiac em Cusco ao fortalecer sua organização comunal e promover a inclusão de mulheres e jovens nas decisões comunitárias. A comunidade rural de Callatiac está localizada numa zona afastada  no distrito de Quiquijana, um dos mais pobres no Peru. Seus membros indígenas sobrevivem com a lavoura de subsistência e a venda de legumes, estão sujeitos a insegurança crônica alimentar e têm uma esperança de vida de 20 anos menos do que seus contrapartes urbanos. As atividades do projeto se focalizam no aumento recursos alimentares e a renda familiar através das produção e venda melhoradas de legumes e porquinhas-da-índia e da proteção do meio ambiente. O projeto também prepará a comunidade para acessar fundos para investimentos  através do processo participativo de fazer orçamento. As atividades do proojeto beneficiarão aproximadamente 200 pessoas diretamente e 870 outras idiretamente.