You are viewing archived content
of the Inter-American Foundation website as it appeared on June 1, 2018.

Content in this archive site is NOT UPDATED.
Links and dynamic content may not function, and downloads may not be available.
External links to other Internet sites should not be construed as an endorsement of the views contained therein.
Go to the current iaf.gov website
for up-to-date information about community-led development in Latin America and the Caribbean.

Paraguai

Print
Press Enter to show all options, press Tab go to next option
corn plantation

Carteira vigente

Donatários ativos: 17
Recursos comprometidos pela IAF: US$ 5.535.860
Montante dos recursos de contrapartida: US$ 8,034.497
Investimento total: US$ 13.570.357

Áreas de ênfase: Agricultura, participação cívica, expressão cultural, educação, desenvolvimento de empresas, inclusão de indígenas, pessoas com deficiência e mulheres, asistência jurídica

Informações de contato:
Margaret Francis, Representante da IAF
Claudia Kaupert, Assistente de Programas
Ruben Rolon, Apoio Local

Donatários ativos

O Grupo Sunu (Sunú) trabalhará com indígenas paraguaios avá guaraní, angaité maskoi e chamacoco nos departamentos de Canendiyú, Presidente Hayes e Alto Paraguai para promover sua identidade, a compreensão de seus direitos como povos indígenas e o desenvolvimento econômico, social e cultural.

A Federación de Entidades Vecinalistas del Paraguay (FEDEM) treinará membros de 300 associações de bairro de três municípios para abordar questões de bairro e melhorará as oportunidades de emprego para outros 300 paraguaios.

A Estación A–Nucleo Cultural (Estación A) treinará 176 homens e mulheres no desenho e produção de renda Ñanduti, tecelagens de fibra de palma, cerâmica, gravação em madeira para comercializar no Paraguai e no exterior. Organizará eventos e excursões que coincidem com festivais locais, bem como desenvolverá redes para promover o artesanato e serviços dos trabalhadores.

A Institución Ecuménica de Promoción Social (OGUASU) treinará 1.000 Mbyá paraguaios no cultivo orgânico de colheitas tradicionais, reflorestamento, conservação, apicultura, aquacultura, criação de pequenos animais e seus direitos como povo indígena.

A Asociación de Productores Orgánicos (APRO) deseja aumentar os rendimentos e melhorar a qualidade de vida de cerca de 290 famílias, reforçando sua capacidade de comercializar e vender produtos agrícolas frescos e transformados. Também fornece assistência técnica e treinamento relativo à produção biológica. Os objetivos da APRO consistem em aumentar o volume de vendas da associação, diversificar e expandir sua base de produtos para incluir novos produtos de valor agregado e produzir frutas e legumes orgânicos fora de época. O projeto está beneficiando diretamente 1.000 pessoas, bem como outras 1820 indiretamente.

A Fundación Saraki (Saraki) está trabalhando com 50 organizações de base e não governamentais em 11 departamentos para desenvolver habilidades de liderança e advocacia para a aplicação das leis que protegem os direitos de paraguaios portadores de deficiências, inclusive o direito à igualdade de oportunidades no emprego. A coalizão oferece treinamento em habilidades de trabalho e também educa o público. O projeto deverá beneficiar 1.960 paraguaios diretamente e 900.000 indiretamente.

A Asociación Pai Tavytera RekoPave (APTR) está a trabalhar com 17 comunidades Paí Tavytera no norte do Paraguai para melhorar a produção agrícola, cultivar as culturas tradicionais, desenvolver uma oferta de alimentos mais confiável, proteger o ambiente e promover os direitos de seus constituintes, tais como os paraguaios indígenas. O projeto deverá beneficiar 1.500 paraguaios diretamente e outros 5.200 indiretamente.

A Fundación Casa de la Juventud (CdJ) está trabalhando com conselhos de juventude para expandir e desenvolver a Red Enrédate, uma rede que inclui representantes de todos os 19 municípios do Departamento Central do Paraguai, e fornecendo treinamento a jovens líderes para comunicar suas ideias, interagir com seus respectivos governos locais e departamentais, assim como as organizações comunitárias, e participar das decisões sobre o desenvolvimento. O projeto beneficiará 250 jovens paraguaios diretamente e outros 30.000 indiretamente.

A Alter Vida (Alter Vida) está trabalhando em conjunto com a pequena cooperativa de lacticínios Ciervo Cuá para aumentar a renda de seus membros, melhorando sua produção, sua capacidade de negociar com os seus clientes para obter melhores preços e sua advocacia ao governo local para melhores serviços. Os membros também vão começar a transição das práticas convencionais para as práticas "agroecológicas" que melhoram a segurança alimentar e protegem o meio ambiente. O projeto beneficiará 500 paraguaios diretamente e outros 1.500 indiretamente.

A Cooperativa Ciervo Cuá (Ciervo CUA) está trabalhando com a Alter Vida para desenvolver uma oferta de alimentos mais confiável e aumentar seus rendimentos, melhorando sua produção e organização. O projeto deve beneficiar 500 famílias da comunidade de Ciervo Cuá-San Francisco diretamente e outros 1.500 moradores indiretamente.

A Tierra Libre – Instituto Social y Ambiental (Tierra Libre – ISA) trabalhará com 12 comunidades Nivacle e Manjui da região de Rio Pilcomayo do Chaco Paraguaio. Ao prestar assistência técnica e treinamento, o Cessionário deve permitir aos residentes nestas comunidades exercerem seus direitos como paraguaios indígenas, desenvolver suas organizações, assegurar seu abastecimento alimentar, os recursos hídricos de acesso e enfrentar os efeitos das alterações climáticas. Aproximadamente 360 paraguaios Nivacle e Manjui beneficiam diretamente e outros 3.200 indiretamente.

A Tierra Nueva Asociación Civil (TN) trabalha com quatro associações de agricultores para desenvolver as organizações, melhorar a produção através da aplicação de práticas agroecológicas e aumentar a comercialização através de alianças mais fortes com os setores público e privado. O programa inclui a introdução da tecnologia de biodigestores para ajudar na produção de adubo orgânico e biocombustível, bem como a instalação de sistemas de irrigação e estufas para uma maior diversificação. Cerca de 250 paraguaios devem beneficiar diretamente e outros 1.000 indiretamente.

A Organización Campesina Regional de Concepción (OCRC) desenvolverá e implementará um plano organizacional de longo prazo para reforçar sua capacidade como uma organização comunitária, servindo como um centro de treinamento para atender às necessidades de seus membros. O projeto também ajudará os membros a desenvolver habilidades de advocacia e construir relacionamentos mais eficazes para reunir apoio às iniciativas de desenvolvimento local sustentável lideradas pela comunidade, provenientes de governos estaduais e municipais e outras entidades públicas. A OCRC fornecerá assistência técnica a famílias de membros para a melhoria da fertilidade do solo e a adoção de práticas agroecológicas para melhorar sua segurança alimentar. Também fornecerá formação profissional para os jovens no reparo e manutenção de motocicletas.  Cerca de 450 pessoas serão beneficiadas diretamente e 1350 se beneficiarão indiretamente com o projeto.

O Centro de Estudios y Educación Popular Germinal (CEEPG) fornecerá assistência técnica e treinamento aos membros da Unión Nacional de Centros de Estudiantes del Paraguay - Unepy, uma rede nacional de associações de estudantes do ensino médio, e a Asociación UNEPY, uma associação que representa os antigos membros da rede. O apoio terá como objetivo desenvolver as capacidades de organização, captação de recursos e habilidades técnicas dessas organizações para que eles possam se tornar melhores defensoras de direitos educacionais e dos estudantes. Os jovens paraguaios irão adquirir conhecimentos e experiência prática nos processos democráticos, catalisando uma cultura de participação que estimulará o aumento da participação nas eleições e políticas públicas. Cerca de 1.200 jovens serão beneficiados diretamente e outros 50.000 indiretamente. 

A Entidad Socio Cultural Alto Paraguaiete (ESCAP) trabalhará com famílias em Natalio e Yatytay, no departamento de Itapúa do sudeste do Paraguai, para melhorar sua segurança alimentar e sua renda através de hortas orgânicas, de aperfeiçoamentos na bovinocultura e avicultura e na produção de mel. Os produtores agrícolas diversificarão suas produções e melhorarão seu acesso ao mercado através de treinamento e melhorias em instalações para armazenar seus produtos enquanto transitam para exposições, por exemplo. As atividades do projeto também fortalecerão as habilidades gerenciais da ESCAP para que fazer com que funcionem com maior eficiência e efetividade. A ESCAP também trabalhará com uma aliança regional das organizações das quais participa, a fim de organizar workshops de treinamento para aumentar as habilidades de angariamento de recursos e formação de redes de seus membros, além de melhorar as operações em geral. A ESCAP também trabalhará por meio de suas organizações-membros para ajudar a instalar sistemas hidráulicos em duas comunidades, a fim de ampliar o acesso à água potável. O subsídio beneficiará cerca de 384 pessoas diretamente e outras 5.200 indiretamente.

Asociación Sombra de Árbol (ASdeA) trabalhará com comunidades indígenas e crioulos na região afastada do Chaco no Paraguai - uma região enfrentando desafios com uma pobreza extrema, uma falta da presência do governo e um ambiente duro - para amelhorar sua subsistência e segurança alimentar através de práticas de agricultura a pequena escala e a promoção e o fortalecimento da sua herança cultural. Aprximadamente 2.175 pessoas beneficiarão diretamente e 10.100 indiretamente.

A Asociación Paraguay Orgánico (PY Orgánico) desenvolverá um plano estratégico, realizará atividades de orientação e implementará estudos para aumentar sua capacidade de atender aos membros de sua rede nacional e promover a agricultura orgânica em pequenas propriedades no Paraguai. A PY Orgánico também oferecerá assistência técnica a pequenos produtores agrários orgânicos para ajudá-los a melhorar a produção, a comercialização e as vendas de frutas e vegetais orgânicos. As atividades do projeto incluirão o treinamento em técnicas agrícolas orgânicas sustentáveis, como a compostagem, o controle natural de pragas e outras melhores práticas que incorporam a conservação do solo e da água. Cerca de 2.800 pessoas se beneficiarão diretamente e aproximadamente 14.000 pessoas se beneficiarão indiretamente.