You are viewing archived content
of the Inter-American Foundation website as it appeared on June 1, 2018.

Content in this archive site is NOT UPDATED.
Links and dynamic content may not function, and downloads may not be available.
External links to other Internet sites should not be construed as an endorsement of the views contained therein.
Go to the current iaf.gov website
for up-to-date information about community-led development in Latin America and the Caribbean.

Equador

Print
Press Enter to show all options, press Tab go to next option

Carteira vigente

Donatários ativos: 8
Recursos comprometidos pela IAF: US$ 1.921.034
Montante dos recursos de contrapartida: US$ 2.364.203
Investimento total: US$ 4.285.237
Áreas de ênfase: Agricultura, expressão cultural, educação, desenvolvimento de empresas, inclusão de afrodescendentes.

Informações de contato:
Ginger Deason, Representante da IAF
Monica Radwan, Assistente de Programas
Susana Ricaurte, Apoio Local

Donatários ativos

A Agrupación Afro-Ecuatoriana "Mujeres Progresistas" (AAMP) irá construir um centro para abrigar três novas empresas comunitárias em Comunidad Nigeria, Isla Trinitaria, Guayaquil: um restaurante com uma sala de conferências, um salão de beleza e um albergue. Irá fornecer serviços comerciais em bairros carentes em Guayaquil. Os 300 membros da AAMP se beneficiarão diretamente e 5.000 familiares e vizinhos deverão se beneficiar indiretamente.

A Fundación de Organizaciones Campesinas de Salinas (FUNORSAL) irá expandir a Hilandería Intercomunal Salinas (HIS), sua empresa modelo que produz fios de qualidade industrial, em seis unidades adicionais. A fundação irá trabalhar com os residentes, compreendendo 480 agricultores indígenas de ovinos e alpacas, para melhorar suas manadas, lançar negócios e organizá-los em comunidades. O projeto deverá beneficiar 1.000 famílias nas províncias de Bolívar, Tungurahua e Chimborazo.

A Asociación de Mujeres de Juntas Parroquiales Rurales de Ecuador (AMJUPRE) irá oferecer treinamento a 350 mulheres indígenas e de descendência africana que lhes permitirá ter uma participação mais ativa da economia e da vida cívica nas províncias de Esmeraldas e Pastaza, incluindo por meio de financiamento público de suas propostas para desenvolvimento comunitário. O projeto também beneficiará 1.400 familiares.

A Fundación para Conservación y Desarrollo Colinas Verdes (Colinas Verdes), em coordenação com a Asociación Agroartesanal de Produtores Ecológicos de Café Especial del Cantón Loja (APECAEL), Colinas Verdes, irá trabalhar com 720 produtores de café para empreender um programa integrado de manejo de pragas, plantar árvores para diversificar culturas alimentares e comerciais e incentivar os jovens a trabalhar em explorações agrícolas familiares. Outros 3.000 residentes de Vilcabamba, Loja, no sul do Equador, também serão beneficiados.

A Asociación de Producción de Cacao y Derivados "Aromas del Sur" (ASOPROMAS) irá trabalhar em Playas de Cuye, na província de Zamora Chinchipe, para melhorar a produção de cacau dos seus membros, industrializar seu processamento de doces, cultivar novos mercados e crescer enquanto organização. O projeto deverá beneficiar 100 equatorianos diretamente e outros 200 indiretamente.

A Red de Productoras Agroecológicas Biovida (Biovida) irá realizar um estudo de viabilidade participativo para determinar a demanda para expandir sua produção de fertilizantes para outros produtores orgânicos, desenvolver planos de negócios e marketing e implementar uma pequena fábrica de processamento. Cerca de 80 mulheres irão se beneficiar das atividades do subsídio e outras 3.000 pessoas, principalmente consumidores, serão beneficiadas indiretamente.

O Movimiento de Economía Social y Solidaria del Ecuador (MESSE) irá trabalhar no norte do Equador para incentivar a aplicação de práticas agroecológicas e desenvolver um mercado de comércio justo para os produtos por meio da introdução de um "sistema participativos de garantia", um processo de certificação que envolve agricultores e consumidores. O aumento dos rendimentos beneficiará diretamente 400 equatorianos, 70% dos quais são mulheres. O valor nutricional de culturas diversificadas cultivadas sem fertilizantes químicos também afetará 4.000 familiares e consumidores.

A Red de Turismo Comunitario del Austro (Pakariñan) irá trabalhar com 675 artesãos do sul do Equador para desenvolver sua produção, suas habilidades em administração empresarial, incluindo liderança e negociação, e saídas para seus ofícios que operam em Cuenca e on-line de acordo com os princípios do comércio justo. Os artesãos irão expandir sua linha de produtos e seu repertório de design e irão formar uma organização. O aumento resultante dos rendimentos deverá beneficiar mais 375 equatorianos indiretamente.

Susana Ricaurte

Susana Ricaurte