You are viewing archived content
of the Inter-American Foundation website as it appeared on June 1, 2018.

Content in this archive site is NOT UPDATED.
Links and dynamic content may not function, and downloads may not be available.
External links to other Internet sites should not be construed as an endorsement of the views contained therein.
Go to the current iaf.gov website
for up-to-date information about community-led development in Latin America and the Caribbean.

Produção Agrícola

Print
Press Enter to show all options, press Tab go to next option

English | Español | Kreyòl | Português

De acordo com o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola, da ONU, 70% das pessoas mais pobres vivem na zona rural. Na América Latina e no Caribe muitas famílias de agricultores ficam separadas, meses a fio, pela necessidade de complementar sua mísera renda ou cultivos de subsistência com o trabalho sazonal em plantações distantes, às vezes através das fronteiras nacionais. Outros milhões carecem de terra e são obrigados a sobreviver como meeiros. Desde 1972 a IAF vem envidando grande parte de seus esforços e investido no campo uma variedade de fundos de doação (35% em 2011). Nossos donatários empenham-se em tornar a agricultura mais lucrativa e mais produtiva por meio do treinamento em novas técnicas agrícolas, iniciativas para diversificar cultivos e aproveitar nichos de mercado.

Projetos recentes:

A Despertar Maya, Asociación Civil (DEMAAC) está ajudando apicultores indígenas Tzolzil, Tzeltal e Ch’ol Mayan, habitantes das florestas e altiplanos de Chiapas, México, a abrir novos mercados para produtos do mel. A DEMAAC oferece crédito, coordena assistência técnica in loco, apoia o processo de certificação orgânica e paga os apicultores contra a entrega do mel. Seus membros estão organizando uma comissão para vender a clientes da Bélgica, Alemanha e Itália e está contatando outros distribuidores e exportadores. Maiores vendas e exportações à Europa de mel certificado como Comércio Equitativo e orgânico aumentam a renda dos apicultores e beneficiam mais de 900 membros da família.

A Empresa Cooperativa del Sur del Cauca (COSURCA), uma cooperativa colombiana, diversificou e expandiu seus mercados para incluir café orgânico como resultado de uma doação da IAF. Muitos agricultores fizeram a transição de métodos convencionais para orgânicos; a cooperativa melhorou o processamento de café orgânico e está vendendo a clientes da Colômbia, dos Estados Unidos e da Europa. A COSURCA ajudou uma cooperativa afiliada a comercializar seu produto como Comércio Equitativo chamado “Café Feminino”, plantado, processado e comercializado exclusivamente por mulheres. Mais de 1.160 famílias estão recebendo maior renda graças a esta iniciativa.

A Caxi Asociación para el Desarrollo Integral proporciona treinamento e assistência técnica a mais de 300 agricultores de Mendoza e San Juan, na Argentina. A assistência é necessária para melhorar a eficiência e produtividade de suas pequenas empresas que processam carne, mel, molho e pasta de tomate, compotas e geleias, frutas enlatadas e ração animal.

A Fundación Castillo (FUCAS) trabalha com membros de duas associações de agricultores e com uma cooperativa agrícola de Elias Piña, perto da fronteira entre a República Dominicana e o Haiti, para aumentar seu cultivo de abacates e limões-galego, uma produção em conjunto para vender em volume, desenvolver sua gestão e aptidões de marketing, bem como proteger a bacia hidrográfica superior Artibonite por meio de agricultura orgânica e a aplicação necessária de técnicas agrícolas de agrissilvicultura.

A Mouvement Paysan de l’Acul du Nord (MPA) apoia 600 famílias afiliadas no desenvolvimento de sua produção, processamento e venda de mandioca e cultivos correlatos, tais como abóbora, batata-doce e feijão, em Camp Louise e La Souffrière, duas seções comunitárias de Acul du Nord, perto de Cap-Haïtien, Haiti.