You are viewing archived content
of the Inter-American Foundation website as it appeared on June 1, 2018.

Content in this archive site is NOT UPDATED.
Links and dynamic content may not function, and downloads may not be available.
External links to other Internet sites should not be construed as an endorsement of the views contained therein.
Go to the current iaf.gov website
for up-to-date information about community-led development in Latin America and the Caribbean.

Programa RedEAmérica

Print
Press Enter to show all options, press Tab go to next option

Rede Interamericana de Fundações e Ações Empresariais para o Desenvolvimento de Base (RedEAmérica), iniciada pela IAF, é uma aliança do setor privado comprometida em apoiar projetos de iniciativa pessoal no hemisfério. Lançada em 2002 com 27 membros fundadores, a RedEAmérica agora inclui 74 fundações apoiadas por 360 empresas socialmente responsáveis.

Grande parte do trabalho inicial da RedEAmérica no desenvolvimento de base foi realizado segundo acordos bilaterais entre um de seus membros e a IAF, os quais inicialmente exigiam que as empresas igualassem a contribuição da IAF aos seus programas de responsabilidade social. Depois, passaram a duplicar ou triplicar o investimento da IAF. Em 2012, o investimento de US$864.981 feito pela IAF em acordos cooperativos alavancou US$2.622.309 em recursos de empresas para o desenvolvimento de base em geral realizado por grupos incipientes ou geograficamente isolados.

A IAF compartilha conhecimentos de experiências em eventos programados com a rede. No Quarto Fórum Internacional da RedEAmerica, realizado de 29 de fevereiro a 1º de março em Campinas, Brasil, os membros discutiram desafios do desenvolvimento de base: mudanças demográficas, crescimento econômico, novas políticas de proteção social e eficácia institucional. Robert Kaplan moderou um painel sobre as relações entre as companhias, suas fundações e a comunidade.

Um recente Memorando de Entendimento entre a IAF e a RedEAmérica destaca metas e estratégias compartilhadas para a promoção do investimento social do setor privado no desenvolvimento de base nos próximos cinco anos. Em 2012, a IAF investiu em três novos acordos cooperativos com membros da RedEAmérica e uma doação suplementar. O capítulo colombiano de Transparency International recebeu financiamento suplementar da IAF e também está sendo apoiado pela Fundación Corona (membro da RedEAmérica). (Veja CO-511-A4 na página 26.)

Novos acordos cooperativos

Instituto Arcor Brasil
(IAB), US$188.000 por três anos; contrapartida comprometida: US$772.460.

O IAB vai trabalhar com empresas brasileiras e fundações empresariais em RedEAmérica para obter um investimento social mais eficaz e administrar em nome delas um fundo de apoio ao desenvolvimento promovido por grupos de base. (BR-880)

Corporación RedEAmérica (RedEAmérica), US$192.797 por um ano; contrapartida comprometida: US$155.596.

A RedEAmérica vai melhorar a mensuração do impacto de seus projetos de base, estudar e documentar quatro subdonatários bem-sucedidos, incentivar a aplicação de princípios do desenvolvimento de base a funções empresariais básicas e reconhecer contribuições extraordinárias ao desenvolvimento de base. (CO-530)

Corporación Consorcio para el Desarrollo Comunitario
(Consorcio), US$216.000 por três anos; contrapartida comprometida: US$561.850.

Consorcio vai participar de workshops e conferências sobre desenvolvimento de base com outros membros da RedEAmérica e administrar em nome delas um fundo de apoio a projetos de desenvolvimento executados por grupos de base em colaboração com governos locais e outros parceiros. (CO-534)

Acordo cooperativo suplementar


Empresa para el Desarrollo, S.A. (EDESA), US$154.000 por dois anos; contrapartida comprometida: US$94.000.

A EDESA vai lançar oito novas Empresas de Crédito Comunal, em Chiriqui (Panamá), criar uma afiliada e um fundo de crédito no Panamá, avaliar seu projeto e compartilhar os resultados de sua experiência com a RedEAmérica e a IAF. (CR-328-A4)