You are viewing archived content
of the Inter-American Foundation website as it appeared on June 1, 2018.

Content in this archive site is NOT UPDATED.
Links and dynamic content may not function, and downloads may not be available.
External links to other Internet sites should not be construed as an endorsement of the views contained therein.
Go to the current iaf.gov website
for up-to-date information about community-led development in Latin America and the Caribbean.

Argentina

Print
Press Enter to show all options, press Tab go to next option
Carteira atual

Donatários ativos: 15

Recursos da IAF: US$4.751.432

Contrapartida: US$12.702.377

Investimento total: US$17.453.809

Áreas de ênfase: Agricultura (agroindústria, certificação orgânica e de comércio justo), participação cívica, educação, desenvolvimento de empresas e inclusão de indígenas, mulheres e jovens.

Novas doações

Banco de Bosques (BdeB), US$190.050 por dois anos; contrapartida comprometida: US$324.190.

O BdeB vai construir infraestrutura e proporcionar capacitação e apoio para que os indígenas Mbya Guaraní na comunidade Yryapu, Misiones, façam do turismo uma fonte de renda. (AR-364)

Cooperativa de Trabajo Encuentro Ltda.
(Cooperativa Encuentro), US$255.400 por três anos; contrapartida comprometida: US$486.275.

A Cooperativa Encuentro vai desenvolver uma rede comunitária para comercializar bens e serviços para visitantes de Rosario e Villa Constitución, proporcionar capacitação e assistência técnica para oferecer tours, e abrir uma agência de viagens. (AR-365)

Asociación Civil por la Igualdad y la Justicia
(ACIJ), US$49.950 por um ano; contrapartida comprometida: US$51.270.

Em colaboração com moradores de 10 assentamentos irregulares na Grande Buenos Aires, a ACIJ vai coletar informações sobre as principais causas da falta de acesso à economia formal, e identificar recursos, parceiros redes que podem ajudar a desenvolver habilidades empresariais. (AR-366)

Doações suplementares*

Fundación Pro Vivienda Social (FPVS), US$112.612 por 18 meses; contrapartida comprometida: US$96.400.

A FPVS vai expandir seu centro de capacitação e formar uma rede do setor privado para abordar, em parceria com moradores da Grande Buenos Aires, a infraestrutura, serviços de utilidade pública e condições habitacionais. (AR-341-A6)

Cooperativa de Trabajo COOPSOL Ltda.
(COOPSOL), US$12.500; contrapartida comprometida: US$8.700.

A COOPSOL vai construir outro centro de extração que preenche os requisitos para certificação do mel como de comércio justo e estudar a viabilidade do cultivo e venda de alcaparras. (AR-347-A3)

Circo Social del Sur
(CSS), US$106.125; contrapartida comprometida: US$144.600.

O CSS vai usar artes circenses para ensinar outras habilidades a 430 crianças e jovens de
bairros pobres de Buenos Aires, organizar performances e uma trupe, e diversificar suas fontes de renda. (AR-352-A4)

Cooperativa de Provisión de Servicios para Productores, Comercialización y Consumo, Centro de Comercio Solidario Ltda
. (CCS), US$79.815 por 18 meses; contrapartida comprometida: US$63.646.

A CCS vai expandir a distribuição de produtos de comércio solidário por meio de sua rede de vendedores e base de consumidores, aumentar os membros que produzem mel com certificação de comércio justo; começar a trabalhar para a certificação orgânica do mel; e criar uma fundação. (AR-354-A6)

Red Puna y Quebrada (Red Puna), US$108.700 por 18 meses; contrapartida comprometida:
US$37.090.

A Red Puna vai oferecer capacitação, assistência técnica e serviços de comercialização a mais de 300 artesãos indígenas de 16 comunidades em Jujuy. (AR-356-A2)

Asociación Civil Nuestras Huellas
(Nuestras Huellas), US$9.500; contrapartida comprometida: US$38.995.

Nuestras Huellas, que trabalha com bancos comunitários na Grande Buenos Aires, vai estudar um plano de geração de renda e oferecer capacitação e assistência técnica baseada em sua experiência de economia solidária e desenvolvimento de empresas. (AR-362-A1)

* Este relatório anual inclui doações suplementares superiores a US$9.500. Todas têm a duração de um ano, salvo indicação em contrário.

Turismo nos bairros de Rosario

Situada às margens do rio Paraná, Rosario, terceira maior cidade da Argentina, é um centro de educação superior, agroindústria, pesquisa e desenvolvimento de tecnologia e produção de bens manufaturados de alto custo. Tem um movimentado porto, um importante terminal ferroviário e o maior mercado de produtos primários do país. Trabalhadores das áreas rurais e de países vizinhos são atraídos pelas oportunidades que Rosario oferece; porém, sem as habilidades exigidas nesse mercado de trabalho, muitos permanecem na pobreza.

A Cooperativa de Trabajo Encuentro Ltda. (Cooperativa Encuentro) foi fundada em 2004 por oito mulheres diligentes dedicadas a ajudar bairros de baixa renda e assentamentos de posseiros em Rosario a gerar renda e esperança. Agora tem 24 membros que vendem, com a marca registrada Los Soles, os artesanatos e roupas que elas produzem e artigos fornecidos por outras 50 mulheres. Os princípios orientadores da cooperativa incluem preços justos e transparentes e investimento na comunidade: a base do conceito conhecido como economia solidária. As contribuições dos doadores financiaram a construção do Centro Integral y Regional de Economía Solidaria Los Soles, prédio que abriga a Cooperativa Encuentro. Os inquilinos incluem outras cooperativas, entre elas uma loja, um restaurante abastecido por agricultores locais, uma pousada, um albergue de estudantes e várias organizações não governamentais.

A busca incessante por novas oportunidades levou a cooperativa a uma nova clientela potencial: as pessoas que visitam esta cidade vibrante, que já é um lugar popular para conferências e convenções, e a vizinha Villa Constitución. A Cooperativa Encuentro confirmou que alguns visitantes gostariam de conhecer a diversidade dos bairros de Rosario. Isso levou a cooperativa a organizar um tour que inclui não só as atrações conhecidas, mas também as pessoas que praticam a economia solidária e as comunidades que dela se beneficiam. Num segundo tour popular os visitantes podem experimentar a hospitalidade das famílias, além de conhecer um centro para mulheres e jovens, uma empresa de reciclagem, igrejas (algumas delas históricas) e outros aspectos da vida diária em bairros menos conhecidos. A Cooperativa Encuentro usará a doação da IAF para ajudar os moradores e organizações da comunidade a administrar esses circuitos, desenvolver outros, capacitar guias, oferecer serviços adicionais e vender seus produtos. Parceiros já estabelecidos no setor do turismo oferecerão capacitação e assistência. Muito importante para o êxito dessa iniciativa é o lançamento de uma agência de viagens que oferecerá pacotes de tours e alojamento, no complexo Los Soles, na Argentina e outros países. Essa operação assegurará que uma boa parte da receita fique em Rosario para beneficiar as pessoas que oferecem aos visitantes uma visão singular de sua rotina e cultura.

Amanda Hess, assistente de programas