You are viewing archived content
of the Inter-American Foundation website as it appeared on June 1, 2018.

Content in this archive site is NOT UPDATED.
Links and dynamic content may not function, and downloads may not be available.
External links to other Internet sites should not be construed as an endorsement of the views contained therein.
Go to the current iaf.gov website
for up-to-date information about community-led development in Latin America and the Caribbean.

Noticias

Print
Press Enter to show all options, press Tab go to next option

NOTICIAS

No Dia Internacional dos Povos Indígenas do Mundo

Post Date:08/10/2015
Guatemala

Em 1994, quando as Nações Unidas designaram 9 de agosto como o Dia Internacional dos Povos Indígenas do Mundo, seu objetivo era incentivar o respeito pelos direitos dessa população e refletir sobre suas contribuições para a herança global. Dos cerca de 300 milhões de indivíduos indígenas no mundo de hoje, aproximadamente 45 milhões, representando mais de 400 grupos étnicos, vivem na América Latina. Em toda a sua imensa diversidade, a maioria dessas comunidades vivem assoladas pela pobreza e pelo legado da colonização que resultou no deslocamento, exploração e exclusão. Em todo o Hemisfério, os povos indígenas são representados desproporcionadamente nos escalões mais baixos de cada indicador do bem-estar, sobretudo da saúde, conforme a questão destacada pela ONU a ser observada em 9 de agosto de 2015.


Há mais de 40 anos a IAF vem apoiando iniciativas empreendidas pelos povos indígenas. Suas prioridades incluem educação bilíngue, mapeamento de comunidades, titulação de terras, microcrédito, desenvolvimento de empresas, agricultura mais rentável, conservação e acesso a cuidados da saúde. Rxiin Tnamet, uma organização de base cujo nome significa “o povo”, presta uma série de serviços des saúde aos residentes de Santiago Atitlán, uma cidade de 50.000 habitantes, a maioria guatemaltecos indígenas Tz’utujile. Distante cerca de 80 quilômetros, em San Cristóbal, Totonicapán, a Asociación Consejo de Mujeres Mayas de Desarrollo Integral oferece cuidados da saúde por meio de uma rede de promotores voluntários cujos esforços têm reduzido drasticamente as taxas de mortalidade materno-infantil dos residentes K’iché. Outras organizações apoiadas pela IAF e dirigidas por comunidades indígenas e para elas incluem a Institución Ecuménica de Promoción Social (OGUASU), que trabalha na capacitação de paraguaios Mbya em apicultura, aquacultura, criação de animais, conservação, reflorestamento e melhoria de técnicas agrícolas; e a Asociación de Pequeños Productores Aborígenes de la Puna (APPP), que treina jovens Kolla no noroeste da Argentina no processamento e comercialização da fibra e carne de lhama.

Return to full list >>